Conselhos

  1. Os pneus quando novos -  …não devem ultrapassar velocidades moderadas. Só após efetuar aproximadamente 200Km (ligeiros) 1000Km (pesados) é que os seus pneus estão aptos a enfrentar as adversidades, pois é necessário consumir uma fina camada de um produto que é utilizado para proteger o pneu na sua construção.
  2. Verifique pelo menos uma vez por mês - …a pressão dos pneus. Mantenha a pressão nos valores recomendados pelo fabricante da viatura. A pressão deve ser adequada à carga do veículo. Se não for adequada, contribui para um consumo anormal de combustível, reduz a vida útil dos pneus e diminui a segurança. Não se esqueça de verificar o pneu sobressalente. A verificação da pressão, deve ser feita com os pneus frios.
  3. Observe, regularmente- …se há desgastes anormais, cortes ou deformações nos pneus. As manobras bruscas, corroboram os desgaste anormais dos pneus, que se podem verificar através do indicador de desgaste na banda de rodagem do pneu. De 10.000Km em 10.000km faça a troca dos pneus (de trás para a frente e vice-versa). O objetivo é garantir um desgaste uniforme.
  4. A substituição das válvulas, não deve ser esquecida - …a força centrífuga a que estão sujeitas, envelhecem-nas e deterioram-nas. Ao substituí-las garante a maior estanquicidade e um menor desgaste dos pneus, mantém a pressão correta por mais tempo e contribui para uma maior segurança na condução.
  5. Esteja atento à profundidade do piso dos pneus - …a altura mínima do desenho do piso legalmente admissível é de 1,6mm. A coima aplicável é elevada por pneu.
  6. Evite o uso de pneus danificados - …com cortes, fissuras ou outros sinais de deterioração. Não se esqueça que por vezes os danos nos seus pneus não são visíveis de imediato. Os pneus que se encontram neste estado, devem ser imediatamente substituídos.
  7. O pneu sobressalente não deve ser um elemento esquecido - … Alguns veículos mais recentes vêm equipados com um pneu sobressalente de utilização provisória. Estes pneus são normalmente mais pequenos que os outros que vêm montados no carro. É importante consciencializar-se que a utilização destes pneus é limitativa da sua condução, já que não permite ultrapassar os 80Km/h e fazer grandes distâncias. O pneu sobressalente não deve ser um elemento esquecido. Verifique a sua pressão frequentemente e caso tenha necessidade de o utilizar faça-o o menos tempo possível. Recupere ou substitua o pneu danificado num especialista e volte a montá-lo no veículo. Certifique-se que o pneu sobressalente está em condições perfeitas de utilização e acondicione-o de novo no local para o efeito.
  8. A aquaplanagem é provocada - 1º Pela velocidade – à medida que a velocidade aumenta, a aderência no piso molhado diminui quase em proporção. 2º Pela “profundidade” da água – quanto mais profunda a poça de água, menos aderência terá a viatura, no entanto, mesmo em finas camadas de água e a velocidades reduzidas pode perder o controlo da viatura. 3º Por pneus “carecas” – a capacidade de resistência do pneu usado, diminui a sua aptidão para resistir á aquaplanagem.    
Mobirise

Mobirise best site builder